24 de jun de 2009

Musashi, de Eiji Yoshikawa



Começo a arrumar minhas tralhas para a mudança. Não é que minha casa (ops... de meus pais) seja grande, mas meu quarto foi desenhado para abrigar o investimento de minha curta vida e parco dinheirinho, que é comprar livros.

Considerando que há algum tempo diminuí drasticamente as aquisições (falta de tempo, grana e espaço para guardar), agora me encontro com um dilema: quais livros levar. Meu apartamento é minúsculo e ainda não tenho os móveis do escritório.

Algo próximo de 500 HQs e 300 e poucos livros que... Bom, era um projeto meu ter uma mega-ultra biblioteca. Agora terei que deixar para trás muita coisa e estou entrando em crise. Atualmente estou numa de reler livros... então é ruim ficar longe deles, sabe cumé? Coisa de gente pancada mesmo, mas é a verdade.

Então tô fazendo uma lista de prioridades pra tentar resolver meu problema.

De cara vou levar estes dois aí: Musashi.

Esses livros foram objeto de desejo por muito tempo até ganhá-los. Na época custavam 100 paus cada um e a grana era bem mais curta. Musashi é um clássico. O maior samurai de todos os tempos, o cara que criou a técnica de lutar com uma espada em cada mão. Achou irrelevante? Eu acho foda. Estes dois volumões aí tem na verdade 7 livros, uma separação que o autor criou: A Terra, A Água, O Fogo, O Vento, O Céu, As Duas Forças e A Harmonia Final.

Para mim é o exemplo máximo do percurso do herói. Vai ter que caber na casa nova...

Um comentário:

  1. Eu li Musashi! Exatamente essa edição de dois volumes. AMEI! Esse livro prende muito e é uma viagem pelo Japão e pelo interior de um samurai. Engraçado que lembrei dele outro dia, deu vontade de reler =) Muito bom!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails